2015-05-01

Euronews



Euronews: não sei se foi por isso que o Guterres escolheu este canal para dizer que não é candidato a candidato, mas aproveito para dizer que o canal é para mim, há muito, um modelo de qualidade, e na última hora fiz um apanhado para poder dizer que ouvi, sempre interessado e com um razoável nível de profundidade e rigor, notícias sobre política, religião, economia, tecnologia e desporto, e em cada área informativa nem sempre domina o óbvio. O desporto é disso exemplo. Aliás, não houve futebol nesta hora, mas esgrima e pólo aquático, entre outros, sem perda de interesse. Já sei que não percebo nada disto, mas, como espectador, sei o que é a mediocridade. Estar sempre a repetir os mesmos temas e falar cem vezes de cada um não é qualidade. Muitas vezes espanto-me como deixam de dar notícias que até são vendáveis como bons momentos televisivo. Claro que isto acontece porque, na lobística que serve de funil, às vezes de forma evidente, às vezes de forma indolor, tal não é admitido. É preciso dar minutos ao mais visto e se for mesmo mais visto é repetir e repetir e repetir. A Euronews, aliás como eu já percebi também com o El País, chega a dar-me notícias sobre Portugal de forma mais esclarecedora e com mais qualidade e objectividade do que qualquer tasco de notícias da pátria. Era isto.

PG-M 2015
fonte da foto

Sem comentários: