2015-02-14

Seis da manhã


evapora-se pela noite

sem busto

sem pele

às vezes o corpo assoma

aquece

sobe doce pelas mãos

pelo sexo

nunca vence

e mesmo a alma

só cede à luz pálida

do rádio murmurando


a manhã



PG-M 2015
fonte da foto 

Sem comentários: