2014-09-04

Dia 4


Ao quarto dia Lázaro
dirá coisas velhas
como novas
em Lárnaca

Lázaro dirá
por todos os templos
e ruas
com ou sem
voz
e até que anoiteça
de vez

(ou até que amanheça
de vez)
todos os amores

incindíveis

PG-M 2014
fonte da foto

2 comentários:

Til disse...

Os dias,as ruas e os amores de Lázaro...Poesia!

Pedro Guilherme-Moreira disse...

Obrigado, TIL :)