2014-08-30

Mar Babo


Fade out.
Este é o últmo "take" do video "May I feel said he", o poema quase onomatopaico e intensamente erótico e bem humorado (quase tudo, portanto) do E.E. Cummings, dito por Mar Babo.
Esta é a cara de um conceito: Mar Babo. Escolhi o "fade out", porque é o próprio conceito que se quer manter discreto. Não é notável?
Como sempre, Mar Babo está mais atenta do que todos nós.
Quando tomei contacto com este conceito, já ela conhecia o meu, bem mais limitado, já ela tinha os meus livros, já ela lera os meus livros. Há algo que me comove sempre em leitores desta estatura: a humildade de se manterem puros, no encantamento absoluto da leitura, algo que eu vou perdendo gradualmente, ao procurar vorazmente novas propostas, novas ocupações da página, ao ler como um escritor. Ler como um escritor dá cabo de tudo, menos da escrita e do sentido de orientação na literatura no tempo. Como somos pó.

Mar Babo faz arte.
Escreve, filma, fotografa com uma qualidade rara. Custa dizer que é uma mulher, uma mulher bonita, culta, completa, a rondar os trinta anos. Porque Mar Babo é um conceito. Estou até convencido de que, se concebesse um espectáculo e vendesse bilhetes, éramos todos uns privilegiados. Pode ser que não demore muito. É íntegra. Escreve perigosamente bem, com aquela pureza de quem experimenta há muitos anos e se contém.
Tenho dito e repetido: a característica mais forte da arte é a contenção.

Mar Babo tem feito muito, mas a divulgação é discreta, contida. Não sei se isso é justo. Afinal, ela merece o mundo, mas talvez saiba que o mundo pode não a merecer totalmente. Bem divulgada, Mar Babo há muito seria uma artista pop da - imagine-se - literatura. Mar Babo faz vídeos pop com grande literatura, como este "May I feel said he". Afinal, foi o que sempre sonhei, e ela faz prova. Como trazer a grande literatura de volta às massas. Não é vendendo o fácil, porque tem de ser, tratando o povo como burro. Seria burro o povo que se colava ao ecrã a ver Villaret, Viegas, Nemésio? Ah, eram outros tempos, diz a habitual ignorância das coordenações mediáticas, que se gabam de pensar que sabem tudo o que nós gostamos e queremos consumir, nivelando por baixo o prime time (que nos EUA, ainda há bem pouco tempo, era constituído por séries de qualidade).

É mostrando-lhes como o melhor pode ser sublime que Mar Babo se distingue. Mar Babo tem também aquela característica corajosa de se expor. A exposição permite a sindicância do público, ainda que restrito, e com isso, quase em tom socrático, o artista, qualquer artista, cresce. As fraudes, esse novissimos cujas provas dadas são apenas bons ombros - na literatura, mas não só - mostram-se a espaços e sempre protegidos, escondem-se dos seus leitores. Mar Babo mostra, aprende, cruza-se consigo própria.

Fade In:
O vídeo concebido, filmado, montado, do "May I feel said he" é, seguramente, das coisas mais vibrantes, depuradas, autênticas, que tenho visto fazer à grande literatura nos últimos anos. Figuraria em galerias de momentos notáveis de um poema, mais do que bem dito, jogado. É todo o corpo que se sente afogado pela forma como a dizeur/ realizadora/ modelo/ fotógrafa nos cerca. Pena ser restrito. Tinham de ser amigos da Mar Babo no facebook para o poderem ver. É uma empresa que aconselho. Tal como desejo que este conceito abra os braços e seja tomado pelo mundo, como merece.

Se um dia eu quiser mostrar a alguém o que se pode fazer da literatura na televisão e no cinema, digo Mar Babo. May I feel?

may i feel said he
(i'll squeal said she
just once said he)
it's fun said she

(may i touch said he
how much said she
a lot said he)
why not said she

(let's go said he
not too far said she
what's too far said he
where you are said she)

may i stay said he
(which way said she
like this said he
if you kiss said she

may i move said he
is it love said she)
if you're willing said he
(but you're killing said she

but it's life said he
but your wife said she
now said he)
ow said she

(tiptop said he
don't stop said she
oh no said he)
go slow said she

(cccome? said he
ummm said she)
you're divine! said he
(you are Mine said she)

Fade out.

PG-M 2014

Sem comentários: