2013-06-07

Não há feira, mas há escritores


Eu já andava rouco e a falar para as paredes, depois da grande desilusão de ver uma associação dizer não à sociedade civil, quando me aparece o Luís a perguntar se fazíamos isto. Fazemos. Orgulho. Finalmente orgulho.

5 comentários:

Catarina Pereira disse...

Irei passar a mensagem e o agradecimento. Desde já também agradeço por hoje me ter despertado o bichinho da escrita outra vez... Sabe bem ver pessoas ainda a apostar em algo que gostem e que seja de facto útil. Foi um prazer e quero também agradecer o livro!
P.s: Acho que a foto fala por si não é... ahah, obrigada, mais uma vez!!! :)

Pedro Guilherme-Moreira disse...

Grato, Catarina. Prometo um post decente e autónomo sobre a sessão de hoje.Tu mereces. Todos eles merecem. Pessoas muito especiais. Assim tenha tempo. E aparece entre os escritores, já que vieste comentar esta boa notícia, que são os escritores a levantar-se:).

Virginia disse...

Bravo!

Assim é que é.

Lá estarei.

Pedro Guilherme-Moreira disse...

Lá a esperarei, Virginia. Vou só dia 22. Abraço.

Guida Ricardo disse...

Parabéns pela iniciativa e oxalá seja um exito.
Afinal, a APEL e a Feira deles existe porque vocês, escritores, existem.