2013-06-23

10 anos de Ignorância

 
Foi num fim de tarde de véspera de São João que este blogue nasceu. Dez anos é um tempo respeitável. É essencialmente um repositório de crescimento. Não deve ser difícil notar, consultando entradas antigas, quantas certezas perdi. Desde o momento em que me tornei édito, com o romance "A manhã do Mundo", saído em 2011 na Dom Quixote, este blogue está essencialmente ao serviço dos leitores que não se querem perder de mim, nem eu deles, e para os quais eu sinto a obrigação de continuar a escrever - não creio que bastem os romances, os poemas, os prosemas, é preciso cá estar. Aliás, a vida do romance torna-se independente de quem o escreveu. Há leitores de tal forma qualificados que levam os textos que escrevemos mais longe do que nós próprios. Costumo até dizer que antes de cinquenta anos um romance está e estará in utero. Já a escrita de blogue, às vezes próxima da crónica, outras nem por isso, é aqui e agora. Ainda ontem dizia aos leitores que se sentaram comigo no "Não há feira, mas há escritores", que queriam saber da minha tripeirice nos livros, que "A manhã do mundo" não é isso. Mas isto é. A eles, aos leitores de literatura, e aos mais de cem leitores diários do "Ignorância", o meu agradecimento. Venham mais dez e bom São João!
 
PG-M 2013

2 comentários:

Virginia disse...

Parabéns, Pedro.

Infelizmente ontem não consegui ir aos Aliados como tinha prometido. Fiquei com um neto reguila aqui em casa:))

Desejo-te muitas felicidades para o blogue que irei acompanhando como sempre fiz desde que te descobri.

E"eu morra aqui" se o destino me não levar até ti!!!

Bjo

Pedro Guilherme-Moreira disse...

Muito obrigado, Virgínia!:)