2012-12-21

o mundo acabou, e nem um natal


e feito o pinheiro,
a estrela do topo
desaba no corpo
e o corpo ao tapete e o abraço
em desmaio nas mãos que recebem
a dobra do tempo
um gume de luzes
o mundo

acabou.
e nem um natal

as línguas debaixo do gorro vermelho
os dedos nos dedos nos dedos os dedos

quadris em cometas

um riso infinito

PG-M 2012
fonte da foto

Sem comentários: