2011-11-14

Break it to me gently

O ar estava quase sólido e nós saímos para as traseiras do bar quando o dj foi tomado pela nostalgia e suspendeu os golpes surdos das batidas electrónicas. A chuva tinha parado e o piso estava seco no resguardo do trinta e três. Dentro do bar arrancou o "Break it to me gently" da Brenda Lee e tu passaste-me o cigarro e armaste os braços para dançar. O cigarro ardeu-me todo entre o indicador e o médio da mão esquerda enquanto te cingia pela cintura e dançávamos a canção. Não sabias a tabaco, talvez porque os lábios grossos, os teus e os meus, nos continham e as línguas. Recomeçou a chuva, que eu vi no teu vestido índigo entre as pausas dos beijos. O teu perfume também. As línguas e o teu perfume. Break it. Break it to me gently.

Sem comentários: