2011-08-22

A Tarraxa - quando a decência emociona

Este artigo não é para vegetarianos e confesso que custa um bocadinho levar ao paraíso da carne uma multidão. Mas aquela família merece. Não tenho o direito de detalhar o que senti quando fui lá comer. Tenho o direito de dizer que nunca comi carne tão divina, tão bem grelhada, de picanha da nossa a uma peça de alcatra de chorar por mais, barriga, entrecosto de porco preto. Com um excelente arroz de feijão. Tinha começado numa tábua com um naco de presunto e outro de paio - devia ser proibido coisas tão boas sobre aquele pão. Tudo  produtos caseiros. Mas a emoção veio, imaginem, da conta. Quando é que, nestes tempos, se chega ao fim de qualquer serviço que nos prestam e se pensa que não pode ser, que a soma que nos é apresentada não paga o que nos foi dado. E "dado" acaba por ser a expressão correcta. Quase pensamos em fugir depressa dali para que não seja detectado o monumental engano. Quando, por fim, num rebate de consciência, reclamamos que devia ser mais e nos dizem que é assim mesmo que eles querem que seja, porque essa é a fama e o prestígio da casa, calamo-nos. Gratos. E se ficarmos a ver os clientes sair, reparamos facilmente no sorriso que trazem. É um sorriso que sintetiza essa mesma gratidão - um momento de prazer em tempos tão duros e em que, não só não nos quiseram roubar a alma, como nos deram a deles. Ficam em Sendim, Tabuaço, e a melhor forma de lá chegar é por Sátão, Vila Nova de Paiva, Moimenta da Beira (um troço belíssimo de aldeias preservadas por amor das gentes - não custa parar para visitar a Fundação Aquilino Ribeiro), aproveitando para fazer um curtíssimo desvio (5 km) e passar no espelho de água da Barragem de Vilar. Ah, e convém telefonar antes, porque a reserva antecipada é obrigatória, e quem chegar espontaneamente não se senta nem come.
PG-M 2011

4 comentários:

Regina Bastos disse...

Além da comida, a forma como nos fazem sentir em casa, é qualquer coisa que vai ficando cada vez difícil de encontrar, só mesmo no nosso belo interior do país.

Lucia Guedes disse...

O famoso restaurante já atravessou oceano..Melhor picanha..melhor atendimento
pessoas maravilhosas..
atendimento diferenciado..
Hummm..o presunto,paio..tudo maravilhoso.saudades..
Lucia Guedes
Rio de Janeiro-Brasil.

Paulo cardoso disse...

Sou tabuacense e só posso confirmar tudo que de abonatório foi escrito e descrito!

Pedro Guilherme-Moreira disse...

obrigado a todos:). A tarraxa merece.