2011-08-19

Apesar de nós

Hoje era dia de comprar o "Público" na tabacaria do costume e a senhora, que ouve mal mas vê tudo, pergunta-me, com ar de caso, se eu vejo o Malato. Eu respondo que nem sempre e ela desvenda o mistério: "A manhã do mundo" apareceu no concurso como uma das perguntas. E eu nunca pensei que uma coisa destas me tocasse tanto. Mas tocou. A percepção de que o nosso universo prossegue apesar de nós:).

Sem comentários: