2011-03-15

O piano

O piano, que o avô deixara apodrecer na garagem depois do divórcio - e um tio dedicado recuperara e afinara -, ficava na sala mais distante da casa, e quando o pai ouvia o filho de onze anos através de sete paredes tudo lhe parecia perfeito, como se o menino, lá ao longe, fosse um velho pianista que lhe entrava em surdina, todos os dias, pela casa - e pela alma - dentro.

PG-M 2011

Sem comentários: