2010-11-05

Agora não


Faz-me abrandar

silencia-me

o piano, contém-me

a voz,

ampara-me a pena,


cala-me.


E antes do comboio da manhã,

quando as lágrimas começarem a correr

nas vezes da vida,

então sim,


beija-me



PG-M, 2010-11-05

Sem comentários: