2009-10-03

Verdade como quem mente


Vejo-o agora, e vejo-o claro.

As pessoas, todas as pessoas, carregam o peso de não serem suficientemente gostadas, apreciadas, reconhecidas, de meio mundo ser ingrato e malévolo à face do que elas dão, e o outro meio indiferente.

As pessoas, todas as pessoas, precisam de palavras açucaradas, de gestos, algumas de toque, de quem as olhe, de quem espere pelas suas palavras, de quem lhes contenha o abraço.

E, ainda assim, devemos ser transparentes, verdadeiros.

Mas a amizade, mais do que a amizade, a decência humana, a preocupação perante o próximo, não significam usar a verdade como um punhal.

O melhor mentiroso mente como quem diz a verdade.

A melhor pessoa diz a verdade como quem mente.

2 comentários:

bernamorgado disse...

Hoje, veio mesmo a calhar está "dissertação". Verdade! Na mouche.

Pedro Guilherme-Moreira disse...

Ainda bem. Obrigado. :)