2009-07-28

Uma lição














O termómetro da carrinha marcava cerca de 35 graus quando nos aproximámos da minúscula localidade de São Lourenço, não muito longe do litoral algarvio, mas o suficiente para se distinguir.
O resto é uma lição de civismo, aos pés da lindíssima igreja de São Lourenço (se quiserem saber o que é uma igreja Algarvia, não procurem mais), que por sua vez fica em frente a uma escolinha primária que deixa qualquer criança com água na boca.
Querem ficar esmagados com o carinho de um espaço que, gratuitamente e por obra da iniciativa privada de um casal de alemães (ele morreu há poucos anos. Cá. Mas Maria permanece. E faz.), promove concertos e exposições e ainda se tem a si próprio para mostrar, lindíssimos jardins repletos de magníficas obra de arte de grandes artistas. Na altura que lá fui, estava patente a exposição "bichos", da também grande Joana Vasconcelos.

Só o Centro Cultural de São Lourenço, uma conjunto de casas velhas recuperados como equipamento cultural por este casal de empreendedores, e do seu bolso, vale uma viagem de muitas centenas de quilómetros. É o mínimo para se testemunhar a excelência e a lição aos poderes mesquinhos deste país.
E não há forma de lidar com esta excelência, que se pega aos poros, senão com um sonoro Obrigado.

Obrigado Maria. Tu fazes.
Danke Maria. Du Machst.

Sem comentários: